sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Serra do Japi, Jundiai - SP


A Serra do Japi tem 354 km² de área, tendo o ponto mais alto a 1.250 metros do nível do mar. Está localizada entre os municipios de Jundiaí, Pirapora do Bom Jesus, Cajamar e Cabreúva no sudesde do estado de São Paulo. O solo é de quartzito, condição rara para uma floreta tropical. A vegetação é formada por floresta mesófila semidecídua de altitude, com transição para floresta mesófila semidecídua e com a presença de elementos provenientes de Mata. A precipitação anual média é de 1501 mm e a temperatura média anual varia entre 15,7 e 19,2 °C, de acordo com a altitude.
Este Patrimônio Natural teve parte de seu território (191,7 km2) tombado pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo) através da Resolução Estadual 11/83 datada de 08 de março de 1983, também foi incluída como zona de proteção máxima das APAs Estaduais (Áreas de Proteção Ambiental) de Jundiaí e Cabreúva em 1984, regulamentada Reserva Biológica Municipal da Serra do Japi (Lei Municipal 13.196 de 30/12/1992) com 2.071,20 ha, dos quais estima-se que apenas 25% sejam de propriedade pública e declarada Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo como parte integrante da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica pela UNESCO em 1994.
Muito diversificada e pouco conhecida, assim podemos definir a fauna da Serra do Japi. Por ser região de transição entre a Serra do Mar e o Planalto Paulista, a Serra do Japi acolhe representantes desses dois grandes ecossistemas. Unindo-se a leste à serra dos Cristais e a sul com o rio Tietê, sua vegetação nativa forma, também, um importante corredor para a fauna migratória. Até o ano de 2000, foram registradas, na Serra do Japi, 29 espécies de anfîbios, 19 de répteis, 31 de mamíferos, pouco mais de 216 espécies de aves e 652 de borboletas, que caracterizam-na como uma importante reserva de biodiversidade (http://www.japi.org.br/nivel1/bio/fauna/fauna.html).

4 comentários:

  1. Esta Serra é demais mesmo!!!

    Sds japienses.
    Patrícia.

    ResponderExcluir
  2. É uma das áreas prioritárias de preservação definida pelo Biota/FAPESP para o estado de São Paulo!

    ResponderExcluir
  3. BOA TARDE!
    ADOREI ESTA PAGINA, FIQUEI EMOCIONADO EM PERCEBER QUE EXISTEM PESSOAS DESTE NAIPE, CONHEÇO BEM A SERRA DO JAPI, ADORO AVES E GOSTARIA DE FAZER PARTE DESTA CONCEITUADA ASSOCIAÇÃO DE OBSERVADORES

    ResponderExcluir
  4. Mariluce Varalda26 de maio de 2013 21:14

    Ola
    Sou Mariluce Varalda, presidente da Ong Mata Nativa que fica em Cajama. Achei bem interessante a pag. de voces e para contribuir para melhores informações, quero dizer a voces que o maciço mantonhoo da Serra do Japi foi incluida nas zona das APAs de Cabreuva e Jundiai, conforme relatam, ma tambem da APA Cajamar.
    O municipio de Cajamar tambem foi decretado APA Estadual em junho de 1984 pela Lei 4.055, e detem parte (13,4%)do territorio da Serra.
    A nossa intenção é contribuir para a proteção e conservação deste patrimõnio e divulgar informações de forma correta faz parte deste trabalho que tenho certeza er tambem a intenção de voces. A Ong Mata Nativa acabou de conquistar uma área em territorio cajamarense, tornando-a um parque natural por decreto lei, aqui na serra, com a intenção de implantar um centro de /educação e Pesquisa Ambiental, estamos ja fazendo o Plano de Manejo deste parque e logo teremos este espaço para continuarmos na luta pela preservação da serra do Japi este rico patrimonio ambiental que é de todos nós e que temos a obrigação de cuidar. meu contato é mariluce@matanativa.org.br, o site da ong www.matanativa.org.br.ficarei feliz se receber retorno. abs



    ResponderExcluir